terça-feira, fevereiro 16, 2016

BOrBOleta

Voo por cima de sonhos secretos que acordam histórias infindáveis onde as palavras nunca são suficientes.  

Voo por cima do tempo que se estende tão para lá da nossa permanência, tudo tornando possível. 

Voo por cima da alma que se rasga em fogo e (sobre)vive no insossego das minhas mãos. 

Voo por sobre a morte. 
Voo por sobre a loucura. 
Voo por sobre mim... 

Liliana 


Enviar um comentário