sexta-feira, outubro 10, 2014

Shhhh...

Não digas o que já sei
que foi
que é....


Apaga as palavras que trazias ao colo.
Enfeitadas,
uma coroa de flores apodrecidas
pela chuva dos olhos.
Embrulhadas,
uma mortalha de algodão branco
vestindo os espinhos.


Não me digas n.a.d.a.
Porque
os teus olhos não sabem calar.
Porque
as tuas mãos não conseguem disfarçar.
E antes dos olhos,
um arrepio numa tarde abafada.
E antes das mãos,
um puzzle acabado com uma peça perdida.


Então não digas,
porque eu já sei
que foi
que é...


Liliana



Enviar um comentário