quarta-feira, fevereiro 19, 2014

Onde está...

Onde está a fronteira entre o estarmos aqui e o aqui estar?
Como se distingue a mão que damos da mão que se quer dar?

Procuramos caminhos, escolhemos atalhos...
Onde está a terra prometida, que no mapa desenhámos?

Porque procuramos inventar um estar que não está
se sabemos desde sempre que nunca será suficiente?

Como não me perder num sorriso
que, dissemos, tem um nome, do outro tão diferente?

Onde está a fronteira entre o meu corpo e teu?
Como se distingue alguém que se dá de quem apenas se quer dar?

Liliana



Pintura de Jacqueline Klein "A dança dos amantes"
Enviar um comentário