quarta-feira, fevereiro 05, 2014

Abraço

Sei de um abraço pronto para se dar
Sei de uma fonte com poderes de amar
Sei duma praia onde as ondas batem para teu nome gritar
Sei dum pôr-do-sol laranja/rosa/laranja para o meu peito acalmar
Sei das palavras que, sonhava, me quisesses dedicar

Sei do desencanto de árvore esquecida no deserto
Sei do sorriso que ficou por trocar
Sei das roupas espalhadas tão depressa vestidas
Sei de cem mil de perguntas, por responder, esquecidas
Sei do abandono que, de outras vidas, me vem visitar
Sei do silêncio, que tudo seca, no meu corpo a dançar

E sei do pouco que sou, história acabada na primeira estrofe
E sei do coração que bateu junto do meu mas já esqueceu
E sei que muito não sei, porque o silêncio assim se defendeu

E sim, sei um abraço pronto para se dar
E um pôr-do-sol para o meu peito acalmar


Liliana



Enviar um comentário