sexta-feira, março 11, 2011

Vou ver o Sol chegar...

"Vá, não vejas só a chuva, olha o céu e, através das nuvens vê o Sol que brilha. Porque ele brilha mesmo quando não o vês, por isso levanta os olhos... e sorri!"

Tentei... olhei.
Concentrei-me.
Esforcei-me por ver o que não via.
Desiludi-me... chovi.

Sentei-me no muro de pedra baixo e torto e olhei novamente o céu, pergunta gritada ao silêncio da cidade.
Deixei-me molhar pela água límpida das nuvens escuras, quieta, procurando um sol que devia brilhar algures... mas que se escondia, longe de mim.
Os dias de chuva deixam-me assim, afastada do mundo por detrás de um manto escuro de nuvens.

Levantei os olhos e, por entre as nuvens escuras, brilhava um pequeno, mas bem demarcado arco-íris.
Pendurado, estendido
numa corda invisível, gritava a resposta no silêncio da cidade.

Não vi raios de sol rompendo o cinzento do céu.
Não vi uma luz brilhante afastando as nuvens e secando a chuva.
Vi apenas a marca silenciosa da aliança.
Levantei bem os olhos, deixei cair a água límpida pela cara, e sorri!

Liliana
Enviar um comentário