terça-feira, março 18, 2014

Farrapos

Tocas-me ao de leve, quase como uma pluma,
quase nem chegando a tocar. 
Será que me tocas a mim ou a um passado 
com farrapos no presente?

E por isso a leveza, o quase receio... 
De me tocar, neste corpo 
que vês tão diferente do passado (sempre) perfeito
De me perceber, a mim, à tua frente 
no corpo onde, se tocares, só o presente vais encontrar

Tocas-me ao de leve...
É a mim que estás a tocar?


Liliana


Enviar um comentário