quinta-feira, janeiro 10, 2013

E depois...


E depois... 
dois corpos deitados, cansados, transpirados, quando antes uma revolução de movimentos em que pernas se enlaçavam e dedos passeavam e lábios se beijavam.
E depois... 
um abraço a quatro braços onde antes dois corpos feitos um.
E depois... 
o leve sorriso de olhos fechados, quando antes os gemidos, a boca aberta, a respiração alterada.
 
E depois... 
o silêncio onde antes as respirações se cruzavam no ar.
E depois... 
eu transparente quando antes ao teu lado, enrolada em ti, contigo em mim.
E depois... 
um afastamento, um fosso, um muro invisível, quando antes as mãos que se apertavam ao ritmo dos corações.

E depois...
Apenas um dia depois de outro dia qualquer...

Liliana


Enviar um comentário