terça-feira, agosto 23, 2011

Silêncio...

No silêncio que invade a sala
vindo com a brisa abafada e cinzenta que envolve o jardim
e entra pelas janelas escancaradas

reconheço memórias
palavras ditas
beijos trocados

reencontro vidas enlaçadas
zangas
corpos suados
nós que prendem
gritos que ainda ecoam nas paredes...

...e no silêncio que invade a sala.



Liliana


Enviar um comentário