sexta-feira, fevereiro 18, 2011

Não chores Cecília...

Não te magoes.
Não te envolvas.
Não chores!
Não sintas.
Não fales.
Não te mostres.
Não olhes.
Não chores!
Não oiças.
Não penses.
Não perguntes.
Não magoes.
Não desejes.
Não chores!
Não esperes.
Não ouses.
Não sonhes.
Não falhes.
Não faltes.
Não chores!
Não te apoies.
Não respondas.
Não decidas.
Não chores!
Não pares, avança...
Não chores!
Não te curves, corre...
Não chores!
Não te queixes, vai...
Não chores!
Não chores!
Não chores!


Liliana



"Minha primeira lágrima caiu dentro dos teus olhos.

Tive medo de a enxugar: para não saberes que havia caido."

Cecília Meireles (Elegia 1933-1937, 1)

in Antologia Poética

Enviar um comentário